Aproveite o que é nosso

Que dizer disto?!

O jogador “tuga” é manhoso e por isso é preciso importar estrangeiros sem vícios?!

Ou ao exportar os melhores – e consequentemente os de folha salarial mais extensa – ficamos só com os Portugueses medianos e com os prospectos?!

Ou talvez se faça (uma boa) arbitragem salarial entre craques estrangeiros, entenda-se Latino-Americanos (menos reivindicativos) e nacionais. O certo é que as ligas Portugueses se revelam bons viveiros para todas trutas (nacionais e estrangeiras).

O que se calhar não se contava é que a realidade do restante mercado de trabalho estivesse rapidamente a convergir para a do nosso futebol!

Todavia, ao contrário dos futebolistas Portugueses a mão-de-obra qualificada que é exportada não é substituída por Latino-Americanos. Estes preferem outras paragens…

A Montanha de Sísifo

Recorrendo a dados do zerozero.pt, podem ver no gráfico abaixo a correlação entre o número de portugueses no onze inicial das equipas da Liga Sagres (última jornada) com a sua classificação final.

nacionalbom

O coeficiente de correlação entre as duas variáveis é de 59%. Excluindo o outlier Paços de Ferreira, passaria a 77%. O que é nacional é bom?

View original post

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s