X-Files

É algo que deve intrigar até o Emplastro (quando questiona “Pa qué ito? Pa qu’é?!”).

É possível alguém entender a razoabilidade (racionalidade, também) das Parcerias Publico-Privadas (PPP) associadas às ex-scut?

Admitindo que quem as encomendou não tirou qualquer partido – apesar de pertencerem a um ou outro – económico, será que esperavam que as famílias chegassem aos 5 carros por agregado? Será que tinham a expectativa que a população aumentasse para 20 milhões em…poucos anos? Por ventura acalentavam alguma esperança de descobrir poços de petróleo em território nacional que fizessem os combustíveis descer para 8 cêntimos (como no Irão)? Já sei! Quando o vulcão na Islândia entrou em erupção e levou ao encerramento do espaço aéreo e pensou-se que os turistas – que não iam deixar de vir a Portugal – se deslocariam de automóvel ou autocarro…

“The truth is out there” – diria Mulder!

Entretanto devemos alegrar-nos com novidades destas

4 thoughts on “X-Files

  1. Obrigado! Agora o Estado assume maior risco porque passa a providenciar as garantias que estariam a cargo da banca porque a banca coitadinha não ganhou nada com as PPP. Sim, desonera-se a banca, reduzem-se os juros a pagar ao BEI e aos restantes credores porque o colateral é mais credível e no final pagamos na mesma as portagens. Resumindo o Estado paga as “rendas” e ainda é o avalista! Grande negócio!
    http://www.ionline.pt/dinheiro/ppp-estado-alivia-banca-portuguesa-nas-garantias-ao-bei

  2. Pingback: Apetece-me desfraldar a bandeira! « acorda es(torpor)ado!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s